“INCONFORMISMO DO DISCÍPULO”

Por isso, cingindo o vosso entendimento, sede sóbrios e esperai inteiramente na graça que vos está sendo trazida na revelação de Jesus Cristo. Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância; pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo. IPe1.13 - 16.

A igreja tem uma dupla responsabilidade em relação ao mundo ao seu redor. Por um lado, devemos viver, servir e testemunhar no mundo. Por outro, devemos evitar nos contaminar por ele. Assim, não devemos preservar nossa santidade fugindo do mundo, nem sacrificá-la nos conformando a ele. Tanto o escapismo quanto o conformismo são proibidos para nós. Esse é um dos temas principais da Bíblia, ou seja, Deus está convocando um povo para si e o desafiando a ser diferente de todos.

“Sejam santos”, diz ele repetidamente ao seu povo, “porque eu sou santo” (Lv 11.45; l Pe 1.15 - 16).


Aqui está o chamado de Deus para um discipulado verdadeiro, para um inconformismo à cultura circundante. O convite para desenvolver uma contracultura cristã, para um engajar-se sem comprometer-se.

Para combater tais tendências, Jesus Cristo chama seus discípulos à obediência e a se conformarem aos seus padrões.



Pr. Robson Binotto

0 comentário