COLOCANDO EM PRÁTICA OS ENSINAMENTOS DO MESTRE

“Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; ” (Mateus 7.24)


Como discípulos temos limitações. Como podemos lembrar suas palavras e, ainda mais, como podemos colocar suas palavras em prática? Neste ponto temos a maravilhosa promessa do Espírito Santo. Ao morrer, ressuscitar e voltar para a presença do Pai, Jesus promete não deixar órfãos seus discípulos, ele enviaria o Amigo, o Consolador, o Espírito Santo.


E o Amigo guiaria seus discípulos a toda verdade, os lembraria de tudo aquilo que Jesus os havia ensinado, os convenceria do seus pecados e os capacitaria a colocar em prática todo o aprendizado.


Então, o discípulo de Jesus é alguém que aprende com o Mestre e, ao mesmo tempo, reconhece sua incapacidade de viver conforme os ensinos de Jesus sem auxílio e orientação do Espírito Santo. E esta orientação do Espírito vem por meio da oração e da intercessão.


O discípulo deve então se esforçar na prática das chamadas “disciplinas espirituais”, ou seja, o estudo da palavra e a oração.


O discípulo não precisa de outros meios mais elevados ou extraordinários para desenvolver sua santificação, tudo que ele precisa é da palavra, da oração e da ação do Espírito Santo em sua vida. São tarefas simples, mas que caracterizam o discipulado. Para colocar em prática os ensinamentos do Mestre o discípulo precisa estar próximo a Ele, ouvindo sua voz, e isto acontece, normalmente, por meio da leitura da Bíblia. Isto trará intimidade com o Mestre e conhecimento da sua vontade.


Pr. Robson Binotto

0 comentário