A RENÚNCIA DO DISCÍPULO

“Assim, pois, todo aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo” (Lucas 14.33)

Esse texto revela a essência do que significa ser um discípulo de Jesus. Para ser um discípulo de Jesus é necessário ABANDONAR tudo.


Jesus olha para a multidão que o acompanhava e os convida a calcular o custo de segui-lo. Jesus não foi generoso no seu convite, pois havia um alto preço a ser pago. O preço está explícito em Lucas 14.33: quem não RENUNCIAR a tudo, não pode ser discípulo de Jesus.


É importante notar que esta atitude de abandonar tudo para seguir o Mestre não é uma atitude pontual e única (apesar dela existir), mas uma atitude diária e que perdura durante toda a vida.


Agora, para os discípulos verdadeiros, aqueles que já “nasceram de novo”, abandonar tudo significa uma vida de santidade, uma vida de pureza diante de Deus. Significa uma vida de abandono do pecado; de abandono da justiça própria; de abandono de seus próprios desejos, vontades e sonhos; de abandono do orgulho, da inveja, da luxúria, da perversidade, da imoralidade, da mentira, da ira, das intrigas, dos ciúmes, ou seja, de tudo aquilo que o apóstolo Paulo chama de obras da carne. Em resumo, ser um discípulo de Jesus significa morrer para ter vida! Morte do pecado. Para salvar sua vida, o discípulo a perde; para seguir o Mestre, o discípulo ABANDONA tudo o que tem.


Pastor Robson L. Binotto

0 comentário